Turismo: Super Dicas para curtir o verão europeu e americano

Enquanto em Brasília o frio continua dando o ar da graça, na Europa e Estados Unidos o calor tem reinado supremo. Quem costuma passear por esses destinos tem dicas valiosas de turismo, gastronomia e lazer.Malas prontas? Então, embarque nestes roteiros.




Após retornar de uma viagem à Itália, Grécia e ao Líbano na companhia de sua família, a arquiteta Maria Victória Salomão elegeu a paradisíaca praia de Mykonos como a sua favorita.

O destino já é tradição no roteiro da família Salomão, que na última viagem passou 8 dias na ilha. Entretanto, Maria Victória indica que o ideal, para quem está organizando a viagem, é ter pelo menos 10 dias, especialmente por causa da badalação. “Escolhemos o destino porque amamos as praias e o pessoal de lá. Para curtir as férias e relaxar em família, é o lugar ideal porque pessoas de todas as idades aproveitam”, diz.

Antes de embarcar, ela aconselha que a mala seja recheada por vestidos fluidos e nada de salto. A pegada é deixar os cabelos ao natural e optar por uma maquiagem iluminada. “Saias midi com transparência, croppeds e hotpants com colares são looks ideais. À noite venta muito, por isso é bom levar algumas pashminas”, comenta Maria Victória.


Sítio para alugar em BH


Dentre os seus beachclubs favoritos, ela sugere o Nammos, um dos primeiros da ilha. O passeio ideal é composto por uma ida cedo à praia (com atenção à reserva prévia de cadeiras). O Scorpios é outro point favorito de Maria Victória, especialmente às quintas e domingos — quando o pôr do sol é desfrutado com uma festinha.

O terceiro lugar imperdível é o Panormos, cuja estrutura, atendimento e menu são aplaudidos pela arquiteta. “É um dos meus preferidos! Não é a melhor praia, mas é muito bonita e só o beachclub já valeria a visita”, garante.


A melhor praia na opinião dela é a Spillia. Para banhos de mar em águas translúcidas, ela sugere a Sol Y Mar e a Hippiefish, cujo clima despretensioso do local atrai várias pessoas. Por lá, não deixe de pedir o feta cheese, tradicional queijo grego em sua versão folhada acompanhado de mel trufado.

Já a praia mais completa é a Jackie O, batizada em homenagem à primeira-dama norte-americana Jaqueline Kennedy (que teve seu segundo casamento com o bilionário grego Aristóteles Onassis).

“Eu não deixo de reservar um dia inteiro no Jackie O, pela praia e pelo beachclub. O lugar faz grande sucesso de público. A área para almoço é bem tranquila, mas a piscina e o bar são animados. Vale muito a pena.”

Para assistir ao pôr do sol, não deixe de visitar o Cabo Tagoo — considerado o mais bonito por ela. Para beber, nada melhor que o refrescante daiquiri de morango e os famosos shots de kamikaze.


Para comemorar a graduação em direito, a advogada Fernanda Gonzaga embarcou em tour pela Alemanha. “Essa cultura é fascinante, assim como a educação e o desenvolvimento dessa sociedade. Admiro muito eles por pensarem no meio ambiente”, afirma ela sobre os hábitos sustentáveis dos alemães.

Para fins turísticos, Fernanda diz que 15 dias de viagem é o ideal. Na mala, esqueça saltos e coloque opções confortáveis de sapatos, como tênis e rasteiras. Vestidos leves e confortáveis compõem o look ideal para enfrentar as altas temperaturas e manter o dress code oportuno para ir e vir aos mais diversos lugares, de museus a restaurantes.

“Munique é uma cidade com um charme inigualável, internacional e cheia de vida”, avalia a advogada, que se rendeu ao roteiro de cervejas artesanais da cidade e elegeu a Baviera como point para degustação (acompanhada, é claro, dos tradicionais pretzels). “Não deixe de visitar a Marienplatz, praça em homenagem à Maria, com seu emblemático relógio, e os biergartens dispostos por toda a cidade”.


Quanto à hospedagem, Fernanda sugere hotéis na parte mais central da cidade, em áreas como as de Odeonplatz e Marienplatz, onde se destacam os restaurantes Sebastienplatz e o Eataly. Outra programação imperdível é o Museu de Ciência e Tecnologia (Deutsches Museum), no bairro de Isator, cujo acervo é dedicado às ciências e a biblioteca abriga mais de 850 mil livros e textos originais.


No roteiro do clã Cunha Campos pela Itália, não poderiam faltar as cidades de Firenze e Roma. Mas foi em Capri que a publicitária Juliana Cunha Campos gostaria de ter tido mais tempo para aproveitar. Na mala, o clima amalfitano reinou com biquínis e saídas de praia bem frescas, combinadas com óculos de sol e chapéu Panamá, itens indispensáveis para as produções.


Para hospedagem, Juliana indica Sorrento, a maior cidade da Costa, com muitas opções de restaurantes, compras e passeios. Lá, ela ficou no Hotel Excelsior Vittoria e recomenda jantar no estrelado restaurante Tasso, no centro da cidade. “A dica imperdível é tomar um sorvete de Nutella no We Love Puro! Foi o melhor sorvete da minha vida”, garante ela.


Ainda na costa, ela conheceu a cidade de Positano, onde sugere visita aos corais Amalfi e almoço no Ravello, situado dentro do Hotel Belmond Caruso, onde também se hospedou a diretora do Copacabana Palace, Andrea Natal. “O ideal, para quem realmente quer conhecer a costa inteira e ter uma vista de tirar o fôlego, é fazer a viagem a bordo de um barco”, sugere.

Fashionistas, Juliana e a mãe, Luciana Cunha Campos, também se dedicaram às compras. Elas recomendam a loja Antica Sartoria e a perfumaria Cartusia — ambas com unidades espalhadas por toda a costa.

Apesar de não ter ido a baladas, ela indica barzinhos para hora do sunset. “Como aqui anoitece muito tarde, o pessoal senta no bar e fica até umas 21h, vendo o sol se pôr e tomando drinks. A cidade é um museu a céu aberto. É tudo muito antigo e cheio de história” comenta a publicitária.


Miami é o destino favorito da engenheira civil Isabelle Lobão. Diferente da badalada South Beach, ela opta por se hospedar em Sunny Isles, onde o mar é ainda mais translúcido e o clima familiar. Isabelle recomenda alugar um apartamento no Jade Beach (com estrutura de piscina e conforto para toda a família) ou no Acqualina Resort & Spa, considerado por ela a melhor opção para hospedagem.

Miami não é apenas conhecida pelas praias e vida noturna, mas pelo roteiro de compras, com impostos e taxas mais atrativas que em destinos concorrentes, como Nova York. Vale a pena conferir o Bal Harbour Shops, que, de tão completo e sofisticado, serviu de inspiração para a arquitetura do brasileiro Cidade Jardim, em São Paulo.

“Se for passar o dia por lá, sugiro parar para almoçar no Makoto ou no Carpaccio. Procure sentar-se nas mesas de fora para aproveitar o dia e desfrutar do movimento de fashionistas”, recomenda.

É imperdível uma visita à badalada Lincoln Road. Por lá, visite a Rick´s NYC para abastecer-se de produtos de beleza com qualidade e preços mais acessíveis. Para compras com preços ainda mais em conta, ela aconselha o outlet Sawgrass Mills, com bons achados — os casacos de frio da inglesa Burberry estão sempre com preços diferenciados.


Para os dias de praia, Isabelle recomenda que não se chegue tão cedo às areias. “Como o sol é muito quente, e a programação dos restaurantes e barzinhos começa mais tarde, não vale a pena chegar muito cedo”.

Outro passeio interessante é uma visita às famosas paredes grafitadas da Wynwood Walls e seguir de lá para o Miami Design District, bairro de galerias de arte e lojas-conceito de marcas sofisticadas, como Fendi e Cartier.

Para a programação de baladas, a LIV e Story lidera como a maior e com o público mais bonito, na opinião de Isabelle. “Por outro lado, a Mynt, com um pessoal mais jovem e espaço menor, também é uma das pedidas. E, para quem adora hip hop, a Mokai e a Rockwell têm uma programação diferenciada.”


Via: metropoles

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square