Dicas para ter uma viagem de carro tranquila com seu gato

Viajar com o gato é algo que parece extremamente complicado. Mas, assim como os cachorros, existem algumas dicas para ter uma viagem de carro tranquila.




Os gatos não são muito receptivos a mudanças e mas é possível levá-los tomando alguns cuidados básicos.

  • Transporte

Para as viagens, utilize caixas de transporte que possuam furos ou janelas e que se adequem ao porte do animal, assim, seu pet conseguirá ver o que está acontecendo. Isso fará com que ele se acostume com a mudança de ambiente mais fácil.

Preste atenção na fechadura, ela precisa ser reforçada. O conforto interno também é importante. Não deixe a caixa de transporte vazia, o material é duro e desconfortável. Coloque almofadas ou cobertores, utilize objetos que o seu gato goste, para que faça-o se sentir mais seguro.

  • Enjoo

evite alimentar os gatos antes das viagens, já que isso pode deixá-los enjoados. Não de água um pouco antes de viajar para evitar acidentes. Mas de qualquer forma, coloque tapetes higiênicos dentro da caixa.

Nos dias mais quentes, fique atento na hora de sair com o pet, lembre que ele está em um ambiente fechado e com pouca ventilação.

  • Segurança na viagem

Ao chegar no local, não abra a caixa de transporte no carro, por instinto do gato, ele irá fugir. Espere chegar dentro da residência, e assim que tudo estiver fechado, pode soltá-lo.

Como os gatos não são muito adaptados a mudanças, fique atento ao seu comportamento no decorrer dos dias. Se ele apresentar atitudes fora do comum, leve-o ao veterinário. Além disso, os animais não podem andar soltos no carro. É um risco para quem dirige e andar com os pets soltos pode gerar multa.

  • Cuidados

Não saia logo de cara em viagens longas, Faça trajetos curtos para que o animal se habitue aos movimentos do veículo. Mantenha a caixa em uma posição confortável para o gato. Como os assentos do carro não são retos, você pode acabar posicionando da maneira errada. Deixe um tapete higiênico, para necessidades. Não esqueça de acostumá-lo na caixa, para que ele fique mais calmo.

Evite música alta dentro do carro, pois o barulho natural do automóvel já incomoda o gato. Faça paradas a cada duas horas para o gato esticar as patas.

Mas fique atento para ele não fugir. Utilize identificação no animal, pois é a maneira mais fácil de contatar o tutor.

Tome cuidado para não tampar as áreas de ventilação da caixa com cobertas ou toalhas. Assim você evitará que a caixa fique superaquecida e sufoque o animal.

A viagem pode causar certa confusão no gato, portanto, leve água de casa.



Via: mytxai

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square