Faça a viagem dos seus sonhos - Organize suas finanças

Faça a viagem dos seus sonhos - Organize suas finanças


Muitas vezes você pode se perguntar como seu amigo ou parente consegue viajar sempre nas férias e você não. Há duas respostas possíveis: ou ele passa o resto do ano pendurado em dívidas ou é um tremendo poupador.

Como se endividar está fora de questão, há um passo a passo que pode ajudar a realizar sua viagem dos sonhos de tempos em tempos.


O primeiro passo é fazer um orçamento com suas despesas e receitas, sem esquecer pequenos gastos e estimando valores variáveis, como o da balada, para saber se você está no azul. Se o resultado for o vermelho ou uma sobra pequena demais, é hora de começar a cortar gastos e até sacrificar prazeres de consumo.

Defina uma data para sua viagem, mesmo que demore, e comece a poupar.

Depois do pente-fino nas suas contas, calcule quanto custará sua viagem. Some passagens, despesas diárias (geralmente de US$ 80 a US$ 100 por dia e por pessoa) e hospedagem. Inclua ainda gasto com visto, malas, roupas de frio se necessário, seguro viagem e transporte local (aluguel de carro e metrô, por exemplo).


Faça um orçamento e comece a pagar as contas, no mínimo, seis meses antes. (Foto: Shutterstock)

Se vai fazer compras, como roupas e eletrônicos, estime um valor também. Se for conhecer o Brasil, basta excluir o câmbio e o visto.

Se o resultado dessa conta estiver compatível com suas finanças, comece a planejar e a pagar com muita antecedência, de no mínimo seis meses. Mas você precisa decidir se vai procurar uma agência de turismo ou se será seu próprio agente.

O primeiro caso é para quem quer tranquilidade e conforto. O segundo é para quem quer economizar bastante e tem traquejo para usar as ferramentas da internet. Eu pertenço ao segundo grupo e já alerto que dá muito trabalho, gera muita ansiedade e é preciso pesquisar incansavelmente para atingir a meta de gastar menos ou fazer um trajeto mais extenso caber em um orçamento menor.

Tanto para quem vai agir por conta própria quanto para quem contratará uma agência, as regras para comprar a moeda estrangeira são as mesmas. Jamais postergue o câmbio, apostando que a cotação vai cair.

Você não está especulando para investir. Apenas quer se proteger contra o impacto de uma sandice do Donald Trump ou vendaval nas eleições.

Faça pequenas compras mensais e, se o preço do dólar ou euro recuar, aumente o valor um pouco para faturar na cotação.

Nos demais gastos, minha sugestão por experiência própria: evite parcelamentos, principalmente para quem usa buscadores de promoções e antecipe a compra para aproveitar o valor baixo. É melhor adiar sua viagem e poupar o máximo possível para não passar o sufoco das prestações que perduram após voltar das férias e te jogam nos juros do cheque especial.

Ainda há muitas economias que você pode fazer na sua viagem, como nas compras e gastos com trens e voos regionais de baixo custo. Na próxima coluna, retornarei ao assunto. Lembre-se: planejar é essencial para viajar.

Se quer viajar, seja disciplinado:


* Poupe antes. Se vai parcelar, faça isso só com uma despesa ou outra.

* Não use o cartão de crédito como complemento de seu dinheiro na viagem. A fatura será a sua ruína.

* Pesquise com amigos quanto gastaram por dia no exterior. Desconsidere os consumistas.

* De que adianta economizar na passagem e no câmbio se você exagerar nas compras?

* Ao pedir dicas, preste atenção nas histórias de erros alheios. Pergunte quais gastos estimados acabaram estourando.




Via: atribuna

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square